Outubro Rosa: cuidar de si é a maior prova de amor!

Outubro Rosa: cuidar de si é a maior prova de amor!

A campanha do Outubro Rosa é essencial para a conscientização e prevenção do câncer de mama. Saiba mais sobre ela!

 

Criada para conscientizar as pessoas sobre a prevenção e o diagnóstico do câncer de mama, a campanha Outubro Rosa é fundamental. Além de chamar a atenção para a prevenção, o Outubro Rosa também promove o autoexame por parte das mulheres e a procura por atendimento médico em casos de sintomas.

Informações sobre o câncer de mama, como os sinais de alerta, o diagnóstico e formas de prevenção da doença salvam vidas todos os anos. Pensando nisso, hoje trouxemos um conteúdo especial para você ficar por dentro de tudo sobre o tema. Quer saber mais? Então veja abaixo!

 

A criação do Outubro Rosa

 

A campanha do Outubro Rosa surgiu nos Estados Unidos durante a década de 1990. Na ocasião, foi realizada a primeira Corrida pela Cura na cidade de Nova York. No Brasil, a primeira iniciativa foi realizada em 2002, por meio da iluminação em rosa do Obelisco do Ibirapuera, em São Paulo. A ação partiu de um grupo de mulheres simpatizantes com a causa do câncer de mama e foi o pontapé inicial para que a campanha tomasse forma e ganhasse cada vez mais espaço dentro do país.

O objetivo principal do Outubro Rosa é chamar a atenção para a importância do diagnóstico precoce e o tratamento adequado para a doença. Todos os anos, a campanha reforça a necessidade de toda mulher conhecer suas mamas e saber como fazer o autoexame. Aliás, observar o corpo aumenta as chances de perceber alterações e procurar o serviço de saúde rapidamente.

As ações do Outubro Rosa também buscam a conscientização sobre a mamografia,  exame que deve ser feito duas vezes ao ano por mulheres de 50 a 69 anos ou conforme orientação médica, quando o paciente apresenta fatores de risco.

 

Entendendo mais sobre o câncer de mama

 

É fundamental falar sobre o câncer que mais acomete mulheres no Brasil: o câncer de mama. É muito comum que ele atinja mulheres a partir dos 35 anos de idade, podendo ter seus riscos aumentados a partir dos 50 anos.

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), somente em 2021 estima-se que ocorrerão 66.280 novos casos da doença. Isso equivale a uma taxa de incidência de 43,74 casos a cada 100.000 mulheres.

Entre os principais sintomas do câncer de mama, podemos destacar:

– Caroço (nódulo) fixo, duro e indolor;

– Pele da mama avermelhada;

– Alterações no mamilo;

– Nódulos na região das axilas ou pescoço;

– Saída de líquido dos mamilos.

 

Prevenção e diagnóstico do câncer de mama

 

Embora existam inúmeros fatores relacionados ao surgimento do câncer de mama, a prevenção é possível e se baseia no controle de alguns fatores de risco. Por exemplo, o excesso de peso, a falta de atividade física e o consumo de bebidas alcoólicas podem influenciar no surgimento da doença.

Por isso, estima-se que uma alimentação adequada e a prática de atividades físicas podem reduzir em até 28% o risco de mulheres desenvolverem o câncer de mama. Além disso, a amamentação também é considerada um fator protetor.

É importante lembrar que a indicação de terapia de reposição hormonal (TRH) deve ser feita sob rigoroso controle médico e pelo mínimo de tempo possível, uma vez que também pode ser um fator agravante.

 

 

O câncer de mama é apenas uma entre muitas doenças que podem ser tratadas com eficiência quando são descobertas no início. Portanto, agora que você sabe um pouco mais sobre a importância do Outubro Rosa, aproveite este mês para deixar os seus exames em dia e cuidar ainda mais da sua saúde!