5-tecnicas-de-respiracao-para-aliviar-a-ansiedade

Saiba como algumas técnicas de respiração podem ser usadas para aliviar sintomas de ansiedade!

 

Vivemos tempos confusos, onde algumas vezes os desafios do dia a dia se tornam extremamente desgastantes. Seja no âmbito profissional ou no pessoal, todos estamos sujeitos a desenvolver sintomas de ansiedade.

Pensando nisso, hoje trouxemos algumas dicas de respiração que podem ajudar a reduzir os sintomas causados pela ansiedade. Muitas das técnicas podem ser feitas em qualquer lugar e de maneira simples. Quer aprender? Então vem com a gente!

Como a respiração ajuda na ansiedade?

Primeiramente é preciso entender o que são as crises de ansiedade. Tratam-se de verdadeiros “curtos-circuitos” na nossa mente e corpo, provocando descargas de adrenalina que prejudicam o nosso organismo. Os sintomas de uma crise podem variar entre taquicardia, respiração irregular, tremores, medo excessivo, entre muitos outros.

Quando praticamos e executamos a respiração de forma correta, conseguimos regular o nosso sistema nervoso, diminuir os sintomas físicos e, finalmente, passar a informação de que está tudo bem para o nosso cérebro.

5 técnicas de respiração eficientes

Separamos algumas técnicas de respiração que podem te ajudar quando a ansiedade bater. Entretanto, é fundamental ressaltar que, se as crises persistirem ou acontecerem de forma mais intensa, um médico deverá ser consultado.

Respiração Abdominal

Nessa técnica, busque inspirar e expirar movimentando apenas o abdômen, com tranquilidade e profundidade. Você pode colocar a mão por cima dele para sentir a movimentação e ver se está fazendo corretamente.

Respiração quadrada (Sama Vritti)

Com origem Hindu, a Sama Vritti requer uma pausa de quatro segundos a cada respiração e inspiração. Inspire lentamente pelo nariz contando até quatro, pause por 4 segundos, expire pela boca contando até quatro e pause por mais 4 segundos. No final, é como se você estivesse formando um quadrado respiratório, com 4 segundos em cada etapa.

Expiração alongada

De forma parecida com a técnica anterior, na respiração alongada você deve inspirar pelo nariz por 4 segundos e, em seguida, expirar pela boca durante o dobro do tempo (no caso, 8 segundos). Treinar a expiração ativa o nosso sistema nervoso parassímpático e influencia na nossa capacidade de relaxamento.

Relaxamento progressivo

Esta respiração é extremamente recomendada para fazer antes de dormir, pois promove um relaxamento do corpo. Respire lentamente, contraia e relaxe alguns grupos musculares do seu corpo por três segundos. Você perceberá um aumento na sensação de bem-estar a cada sequência

Alternando as narinas

Por fim, mas não menos importante, a técnica de respiração alternando as narinas permite que você melhore a sua concentração e relaxe. Com a ajuda do dedo indicador, inspire por uma narina e solte o ar pela outra. Em seguida, faça novamente alternando.

 

Calmantes naturais são excelentes aliados

Praticar as técnicas de respiração que mencionamos acima certamente vai aliviar muitos sintomas da ansiedade. Porém, se você aliar o uso de calmantes naturais, vai obter resultados ainda melhores para a sua saúde.

Algumas opções, como o chá de camomila, erva-doce e maracujá, são perfeitos para diminuir aquela sensação pesada de estresse. Aliás, eles ainda nos ajudam a ter noites de sono ainda mais tranquilas e relaxantes.

Outra alternativa natural, são os fitoterápicos. Esses medicamentos são produzidos por meio de plantas medicinais e possuem diversos princípios ativos que acalmam. A maioria deles conta com matérias-primas como a passiflora, valeriana, camomila, melissa, entre outras ervas naturais.

Inclusive, a grande vantagem de associar técnicas respiratórias aos calmantes naturais, é que você pode encontrá-los facilmente em drogarias ou farmácias de manipulação.

 

E aí, gostou das nossas dicas para aliviar a ansiedade? Quando a correria do dia a dia começar a te estressar, lembre-se que a respiração pode ser uma excelente aliada para diminuir os sintomas! 😉